sexta-feira, 26 de março de 2010

O abre e fecha de bares e restaurantes agita o roteiro gastronômico em SP

A Cantina Pasquale, reabre após ficar quase um mês fechada por conta de problemas com o alvará. O proprietário, o Pasquele Nigro, avisa que eles voltam a funcionar como antes. Agora, com toda a papelada acertada na prefeitura de SP.
Nos Jardins, o restaurante Bella Gula cedeu espaço para o badalado bar Rabo de Peixe, boteco chique que já tem unidades na Vila Olímpia e na Vila Madalena. No mesmo bairro, o pub Mulligan fechou as portas prestes a completar dois anos de operação. Fui algumas vezes no local e sempre achei que os proprietários do pub pecavam em não divulgar amplamente o bar. Vou sentir saudade das cervejas Guiness e do mal humor de uma das donas.
A boa notícia é que a rua Melo Alves, também no mesmo bairro, está se tornando um corredor de bons bares, cafés e de outros bons restaurantes. Aberto neste mês, o Farofa Paulista já está agitando a esquina com a alameda Tietê, ao lado do bar Balcão. No local é possível encontrar de um tudo. De sardinhas grelhadas a dobradinha, passando pelas carnes assadas e grelhadas.
Outra novidade é o Gorila Café, que fica no número 74 da mesma rua, e quase colado aos bares. O local já é o novo queridinho da noite paulistana. É um misto de pré-balada e restaurante, muito bem frequentado.
A novidade de lá é que a partir da próxima quarta, 31 de março, inicia o projeto 'Chef por uma Noite'. A proposta é oferecer pratos diferenciados aos convivas, com uma entrada, um prato principal e sobremesa. É a inovação na cozinha abrindo caminho aos novos profissionais.
Ainda na mesma rua é possível encontrar as hamburguerias A Chapa e Rockets, além da padaria Dengosa, do bar da Dida, do Duplex, entre outros.
Já em Pinheiros, abriu na segunda-feira (29), o Famiglia Grandi Osteria (foto acima). O novo restaurante servirá pratos da culinária do norte da Itália. O local é um charme, fica na rua Cunha Gago, tem uma decoração inspirada em antigos casarões italianos e um ambiente interessante. Tem até uma fonte de água importada da Itália! O dono é o Túlio Grandi, filho do Piero Grandi dono do L'Osteria do Piero, na alameda Franca.
Na mesma rua (Cunha Gago) inaugurou o Vila Chocolat. Uma simpática e pequena fábrica artesanal de chocolates. São diversas as opções do derivado do cacau. Ovos de Páscoa, bombons, chocolates em barras, em formato de CDs, e até uma geladeira com sorvetes italianos Diletto. É tudo muito bom.
Vale conferir!
Postar um comentário