terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Você pede um chope e ganha outro

Alguns locais de São Paulo surpreendem para o bem. Noite dessas chovia a cântaros na cidade e resolvi parar em uma choperia chamada Damis até amenizar o diluvio. Misto de pub e restaurante, o boteco fica em uma esquina movimentada da rua dos Pinheiros com a Cônego Eugênio Leite.
As atrações do local são as cervejas: mais de 40 rótulos entre nacionais e importadas. Os chopes artesanais e os sanduíches estão com a qualidade acima da média, se comparado com as lanchonetes vizinhas.
Às segundas, o Damis tem uma promoção de chope em dobro, sem hora determinada pra acabar. Você pede um chope e ganha outro. E de terça à sexta-feira a promoção vale até às 21h. Incrível não? Eu apostei num Eisenbahn Weiss (foto) de 568 ml, que é o de trigo. Fantástico.
Pra acompanhar escolhi um hambúrguer que leva o nome da casa, que chega à mesa acompanhado de fritas. Excelente! E tudo saiu por R$ 22,00. Melhor ainda!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Loucuras de verão






























Para abrandar as altas temperaturas neste período do ano nada melhor do que um bom sorvete. De massa ou de palito, o gelado cai bem em qualquer momento.
A partir da segunda-feira, dia 13 de dezembro, o Centro Europeu de Curitiba irá apresentar o exclusivo e pioneiro Curso de Formação em Gelateria Italiana. A atividade terá duração de quatro dias e será comandada pelo mestre sorveteiro Frederico Samora, diretor de Gelateria da Federação Italiana de Cozinha (FIC) e da Associação de Restauradores Gastronômicos das Américas (Aregala).

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Pausa para o lanche: cupcackes

Sim, pausa para o lanche da tarde! Em meio as tarefas do trabalho, 15 minutos para se lambuzar com cupcackes soa como um oásis no deserto. Nas fotos, um de damasco e outro de chocolate com cobertura de framboesa da unidade do Wondercakes do Shopping Pátio Higienópolis. Eles foram carinhosamente fornecidos por uma amiga de trabalho. Anna Karla, obrigado!
Ah sim, de acordo com o Ministério do Trabalho, os empregadores podem liberar os seus funcionários para 15 minutos de lanche nos períodos da manhã e tarde.
Fica a dica!

Quando o cardápio é uma festa de opções

Mais um fim de ano chega e, com isso, as preocupações do que fazer para celebrar as datas aumentam. Eu realmente curto a ideia de preparar um prato saboroso em casa, mas muitas vezes o tempo é curto e não recuso a praticidade de um prato 'quase' pronto ou de enlatados.
E São Paulo tem opções para tudo. São massas, carnes, molhos e antepastos prontos para levar para casa que estão à venda em rotisserias, pastifícios e empórios.
Volto aqui a citar o Pastifício Primo (em Pinheiros), que vende massas frescas e recheadas, e outras tantas pré-cozidas. A loja e fábrica, que é muito simpática e tem uma vitrine que mostra o preparo das massas aos clientes, tem ainda molhos fantásticos e antepastos de primeira qualidade.
O cardápio deles para o período de festas surpreende mais uma vez: lasagna ai Carciofi (lazanha de alcachofras), lazanha de peru defumado, conchiglioni de bacalhau, sorrentino de pato, rondelli de ricotta panna e passas de uva e nozes, são algumas das opções do Primo para o Natal e réveillon.
Além do cardápio especial de festas é possível montar a combinação de pastas levando a sua própria forma, como o caramelli de gorgonzola, na foto acima. O local, que tem um atendimento atencioso, conta também com uma carta de vinhos especiais e diversos produtos orgânicos.
É tudo muito bom e saboroso!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Maison de Marie — Café et Pâtisserie tem a guloseima na medida certa

O Maison de Marie — Café et Pâtisserie tem cara e jeito de bistrô, mas é mesmo um pequeno templo de guloseimas. A cozinha é comandada pela carioca Luiza Teppet, que oferece um cardápio inspirado na culinária francesa. A charlotte (primeira foto) vem envolta em biscoitos champanhe na lateral, montada numa base de pão de ló com creme de leite condensado e pedaços de pêssego. O gâteau noir (bolo de chocolate ao lado) tem um gosto levemente açucarado e com duas camadas de recheio de chocolate, claro! No cardápio outras opções doces como o Moulin Rouge (tortinha de frutas vermelhas), além dos salgados quiches, croissants, sanduíches de baguete e croques.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Costela no bafo em Campos do Jordão é quase uma atração turística















Ok, a carne e a foto não são muito apresentáveis, mas vale a viagem. É a costela no bafo do Country House, que fica em Campos do Jordão (SP). O local, meio ermo e na beira de estrada, lembra um cenário de bar de vampiros, tipo True Blood, e atrai muitos turistas pelo modo de preparo da carne.
A costela assada fica 12 horas no bafo antes de ser servida. É de uma suculência sem adjetivos. No cardápio consta ainda carne de cordeiro e rodízio de fondue. Os pratos servem duas pessoas, chegam à mesa com rúcula, vinagrete, arroz, farofa e molho de pimenta, e custam entre R$ 68 e R$ 98. Nos fins de semana, a casa que conta com um deque voltado para um lago, fica bastante movimentada.
Levar um fio dental é fundamental para a garantia de uma lembrança melhor.
O endereço é: avenida Pedro Paulo (Estrada do Horto, quilômetro 8), 7545. Telefone: 12 3663-6800

domingo, 7 de novembro de 2010

Fish and chips promote ser o prato da estação















No The Bristol Tavern o prato é feito com bacalhau fresco, acompanhado de molho tártaro, batatas fritas e purê de ervilha. Mais popular na Inglaterra, o combinado de peixe aqui chega à mesa empanado e levemente crocante. Bom pedido para o almoço ou jantar e, acompanhado de uma boa cerveja, melhor ainda.

domingo, 31 de outubro de 2010

Pecorino Bar & Tratoria tem nome de queijo e é uma delícia

O nome do restaurante-bar vem de um tipo de queijo italiano feito com leite de ovelha. No cardápio, muitas das sugestões são originárias de Roma: bolinhos de risoto recheados de mussarela chamados de suppli al telefono e o saltimbocca alla romana. Da Ligúria, vem o trofie al pesto, massa curta e enrolada a mão, servida al dente e banhada por molho de manjericão, azeite, alho e queijo pecorino. Os antepastos são tentadores: pimentão vermelho assado, abobrinha grelhada e lula marinada em limão-siciliano. Da carta de vinhos, há rótulos como o Montepulciano d’Abruzzo. Os preços são justos e o local é um charme. Vale a visita, mesmo que para tomar um despretensioso drinque.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Espaguetômetro para comemorar o Dia Mundial do Macarrão

O mercado brasileiro é impressionante. Somos hoje o terceiro maior produtor de massas alimentícias do mundo, ficando atrás apenas da Itália, com 3 milhões toneladas/ano, e dos Estados Unidos, com 2 milhões toneladas/ano. Mais que oportuno para comemorar, no próximo dia 25 de outubro, o 15º ano consecutivo do Dia Mundial do Macarrão.
A pasta é tão tradicional em nosso cardápio que só no ano passado foram consumidas mais de 1,2 milhão de toneladas da pasta. No País já são fabricados mais de 30 tipos de macarrão distribuídos, como massas secas, que respondem por 84% do consumo, instantâneas, por 13%, e frescas, por 3%.
Mesmo assim, no ranking de consumo per capita o País ocupa o 13º lugar, com 6,4 kg por habitante/ano. A Itália lidera o consumo per capita com 26 kg por habitante/ano, seguida pela - olha a surpresa que legal - da Venezuela, com 12,9 kg por habitante/ano. Estranho os vizinhos chavistas estarem a nossa frente né?!
O produto é tão importante que ganhou um espaguetômetro. O objeto é um utensílio que serve para medir a quantidade de espaguete que será preparada de acordo com o número de pessoas que se pretende servir.
É uma ação de marketing da Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias (Abima), que está desenvolvendo ao longo dos últimos anos uma série de projetos para impulsionar o consumo. A meta deste ano é distribuir 1,5 milhão de espaguetômetros.
Deu vontade de comer uma boa massa?

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Almoço feliz no Grão Cereja Café, na rua dos Pinheiros

O local tem um ambiente charmoso, com serviço competente e comidinhas fantásticas. Pratos rápidos, como a fritada de ovos batidos com presunto e queijo provençal (ao lado) chega à mesa com o mix de folhas. Cafés, salgados, sanduíches e drinques são algumas das boas opções do café. Os preços são bem camaradas também.
Vale a investida!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Do prato que comi: espaguete ao molho pomodoro

É mais comum vermos os pratos montados antes de devorá-los. Resolvi fazer ao contrário e o resultado é este ao lado. Um prato de espaguete ao molho pomodoro do restaurante Viena saboreado lentamente e acompanhado de uma garrafa de vinho.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Aplicativo para celular ajuda a pilotar o fogão

Até o fim deste ano os aventureiros em pilotar o fogão, assim como eu, ganharão mais um facilitador. É que a Knorr lançará no mercado o Guia de Receitas Knorr para celulares Nokia. O aplicativo terá uma lista com mais de 500 receitas de pratos doces e salgados na palma da mão.
Funcionará assim: ao escolher determinada receita, o usuário recebe uma lista de tudo que precisa pra facilitar suas compras, além dos modos de preparo e dicas úteis do prato.
Entre os serviços, o armazenamento da data, receita, programador, além do cook timer, que axilia a controlar o tempo de preparo em cada receita.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Massa vista pela vitrine fica mais gostosa







Pastifício Primo - Rua Fradique Coutinho, 211, Pinheiros. Telefone 3881-9080. Das 9h às 21h (dom. e feriados até 14h) http://www.pastificioprimo.com.br/

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Empanadas chilenas trazem o sabor dos Andes a Pinheiros

No Bar do Seu Zé é possível encontrar uma das melhores empanadas chilenas em SP. São mais de cinco sabores na mais deliciosa massa reproduzida por aqui. Além da tradicional de carne, tem também a de frango, escarola com três queijos, carne seca com mandioca e três queijos com bacon.
O local é tipo bar pé sujo, mas vale a investida. Fica na esquina das ruas Cardeal Arcoverde e Simão Alvares. Fone: 3815-8858. O próprio Seu Zé é quem atende e prepara os quitutes, que também é possível encomendar.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

História da arte e gastronomia no mesmo prato

O carpaccio é a carne crua de vaca, cortada em finas lamelas, sobre que se põem sumo de limão e azeite de oliva, entre outros temperos (pode ser feito com outras carnes e mesmo peixes). É uma iguaria quase unânime nos cardápios dos restaurantes do Brasil. Mas você sabia que esse prato surgiu por causa de uma anemia?!
Isso mesmo. Tudo começou quando o médico da condessa italiana Amalia Nani Mocenigo recomendou que ela comesse carne crua para aumentar seu nível de hemoglobina. E, na Itália da década de 50, comer a carne nesse estado era, digamos, incomum. Então, o criativo Giuseppe Cipriani, dono do famoso Harry’s Bar, em Veneza (também conhecido por ter inventado o drinque Bellini), foi à sua cozinha, cortou a carne em fatias finas e adicionou um molho consistente.
E no auge de sua criatividade, o inventivo chef olhou para o prato e lembrou das obras avermelhadas do pintor Vittore Carpaccio, batizando o prato como conhecemos hoje. Segundo a história, a condessa adorou a idéia e o sabor da novidade.
Vittore Carpaccio (1465 — 1526) foi um pintor italiano da Escola de Veneza, que estudou com Gentile Bellini. Ele é mais conhecido por um ciclo de nove pinturas chamado 'A Lenda de Santa Úrsula'. Seu estilo é um tanto conservador, mostrando pouca influência do Humanismo da Renascença, que transformou a pintura do Renascimento durante a época em que viveu.
Carpaccio nasceu em Veneza. Pouco se sabe sobre sua vida, mas acredita-se que seus principais trabalhos foram executados entre 1490 e 1519. Durante sua vida, especializou-se em pinturas que narram cenas bíblicas. Sua obra é cheia de detalhes, em um tom quase medieval.
Legal né? Isso tudo está no livro História da Arte Italiana V.1

domingo, 29 de agosto de 2010

Vila na rua Augusta guarda boas surpresas em meio ao caos urbano




























A Villa San Pietro na rua Augusta é uma das melhores opções a 'céu aberto' na região mais pomposa dos Jardins.
O local é super charmoso, além da Wondercackes, que vende cupcackes deliciosos na entrada, tem um restaurante bastante interessante, o Bistro Crêpe de Paris. Lá é possível saborear um bom prato ao ar livre, no térreo ou na cobertura do local, rodeado por uma atmosfera relaxante. A Villa conta também com lojas de roupas, livraria e de produtos de beleza.
Nas fotos: Fetuccine com ervas e fricassé de frango e Salmão grelhado com ratatoulle de legumes e arroz.

domingo, 22 de agosto de 2010

Encorpados, os sorvetes da Stuzzi Gelateria são a melhor opção em SP


























Ir a Stuzzi Gelateria Italiana é uma experiência agradável. A sorveteria fica em uma antiga casa de esquina na Vila Madalena, na rua Paulistânia, 450. O difícil é resolver qual escolher, já que são 16 opções do mais saboroso e legítimo gelato italiano em SP. O destaque é para o Tanzânia (chocolate) e o de mascarpone. Deliciosos! Segundo os donos, a maior parte da matéria-prima vêm da Itália, o que garante uma qualidade superior ao que encontramos no mercado.
Além dessas, a casa dispõe de alguns salgados diferenciados. Como o muffin de margherita, presunto e queijo. Outra boa pedida é a crostata, uma especíe de tortinha recheada. Os sabores são interessantes: Carciofi - alcachofras, ricota, tomates e alcaparras, Asparago al Taleggio – de aspargos e queijo talegio italiano e Crostata di Caponata al Parmigiano – recheada com o famoso antepasto italiano de berinjela.
A sorveteria fica bem próximo da rua Heitor Penteado na altura do metrô Vila Madalena.

domingo, 15 de agosto de 2010

Vinho de 5 litros em caixa é bom e prático

O vinho Tre Fradei em caixa de 5 litros é uma boa opçao para regar uma festa ou almoço em família. Produzido pela vinícola Valmarino, de Bento Gonçalves (RS), as opções são cabernet souvignon, merlot e moscato. Em SP algumas lojas comercializam o produto, como a Franquia do Vinho (3141-0550). Também é possível comprar via internet.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Sobremesas que dão força















Nos dias mais frios a necessidade de consumir um 'docinho' aumenta. O cheesecacke do Havanna Café, embora calórico, vem com um doce de leite argentino delicioso. O creme de suspiros e a mousse de cholocate são do restaurante Benvenuto Cucina Artigianale.

domingo, 8 de agosto de 2010

Rulla Kebab é uma viagem de sabores ao Oriente Médio


































O Rulla Kebab Shop é uma lanchonete, ou melhor, é um templo gastronômico com fortes influências da culinária do Oriente Médio. Diminuto, porém muito especial, ele fica na rua da Consolação, 3193, Cerqueira César.
As outras casas especializadas no kebab que me perdoem, mas o Rulla está à frente da maioria. Além da especialidade da casa (o kebab de cordeiro é delicioso), o local tem ainda saladas maravilhosas (destaque para a Grega com alface romana, tomate cereja, queijo de cabra, azeitonas pretas e babaganoush), sucos naturais e uma carta de cervejas artesanais de primeira.
Entre os acompanhamentos a batata frita é um caso a parte. De forma generosa ela chega crocante e sequinha. Num vejo a hora de voltar!!!
Fotos: Divulgação

domingo, 1 de agosto de 2010

Dica da leitora-amiga: Nhoque de mandioquinha do Lellis Trattoria





















A dica da leitora-amiga é do prato do Lellis Trattoria, da alameda Campinas, em SP. A massa escolhida por ela, que comemorava o seu aniversário, foi o nhoque de mandioquinha com recheio de queijo e molho com brachola. "Hummmmm, delícia", disse ela, que brindou com o namorado bebendo um delicioso vinho frizante Lambrusco, da região italiana da Emilia Romagna.

domingo, 25 de julho de 2010

Com ar despretensioso, Casa da Li serve bons pratos















A rabada com polenta cremosa é uma das opções desse restaurante recém aberto em um sobradinho inacabado do número 23 da rua Aspicuelta na Vila Madalena.

domingo, 18 de julho de 2010

Restaurante Benvenuto Cucina Artigianale é uma boa opção na rua Augusta











































O restaurante Benvenuto Cucina Artigianale fica dentro de uma galeria da rua Augusta, entre a rua Oscar Freire e alameda Lorena. É interessantísmo! Ambiente clean, simpático e um atendimento competente, como os pratos.
Com um cardápio resumido, porém, boníssimo oferece pratos com toques mediterrâneos de origem italiana e segue uma tendência dos chefs contemporâneos. Os pratos chegam à mesa compostos de maneira mais enxuta nas porções e nos molhos, ao contrário das tradicionais cantinas da cidade.
O local também funciona como um café o que demonstra a proposta do Benvenuto: ser uma boa opção para refeição em meio a tantos outros restaurantes da região. E olha que a equipe da casa é esforçada. Segundo informações, ainda neste semestre o restaurante poderá funcionar no período da noite. Por enquanto, ele fica aberto de segunda a sábado para o almoço.
Fotos: camarão acompanhado de batatas assadas ao alecrim, espagueti à putanesca e panacota com calda de morango (sobremesa). Muito bom, vale uma visita!

sábado, 10 de julho de 2010

O bistrô Allez, Allez! ultrapassa com louvor os limites da culinária francesa















O bistrô Allez, Allez! (com vírgula e exclamação mesmo) é pequeno no tamanho mas pra lá de eficiente nos pratos servidos. O cardápio valoriza a cozinha contemporânea francesa, com pitadas de outros países do continente europeu. Achei o preço um pouco salgado, mas vale pelo charme do local e a qualidade do que é servido.
Nas fotos: Saint Pierre com legumes e filet mingnon acebolado
Fica na rua Wisard, 288, Vila Madalena. Fone: 3032-3325

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Osteria del Pettirosso conquista clientes com pratos precisos da culinária italiana

Reproduzir na cozinha as memórias afetivas por determinado alimento não é uma tarefa fácil. É preciso ter uma vasta cultura gastronômica para interpretar corretamente a tradição. E é justamente dessa forma que o chef e proprietário do restaurante italiano Osteria del Pettirosso, Marco Renzetti privilegia pratos típicos de sua cidade natal, Roma, Lazio.
Para poder colocar em prática todo o seu conhecimento e fidelidade à culinária italiana tradicional, Renzetti reinterpretou alguns pratos do cardápio, que soma mais de 10 opções de primeiro prato e outros sete de segundo. Massas, molhos, carnes, peixes e frutos do mar têm um destaque especial no cardápio da casa. E a fidelidade pela tradição está estampada até pela ordem dos pratos: antipasti, primo piatto, secondo piatto e dolci.
Entre as opções do cardápio como primeiro prato e seis de segundo, estão receitas sugestivas, como o carro-chefe do restaurante, o fettuccine imperiali (com molho alfredo), além do cannelloni de berinjela assada recheado de massa, o nhoque ao molho de cogumelo porcini e presunto, o peito de pato com redução de vinagre balsâmico e mel e as costeletas de cordeiro acompanhadas de polenta grelhada e radicchio.
Outros destaques do cardápio são: a saltimboca di vitella (costeleta de vitela, presunto cru e sálvia guarnecida de purê de batata e alcachofra), o polvo cozido em tomate com azeitonas pretas e o carpaccio de filé mignon feito à maneira original (pressionado com um aparelho próprio chamado batticarne e não fatiado) são algumas das boas sugestões.
O Pettirosso é um restaurante étnico, afirma o chef. De acordo com ele, ao visitar o restaurante o cliente conhecerá a proposta gastronômica do local, que tem fortes ‘pitadas’ da cozinha laziale. “Temos algumas opções de pratos mais criativos e poucas incursões por receitas de outras regiões da Penísula”, conta.
Foto: Cláudio Cammarota