domingo, 16 de maio de 2010

Bife de chorizo e cordeiro patagônico da Argentina surpreendem a cada prato











Sempre achei que na cidade de Bariloche, norte da Patagônia argentina, a atração fosse só as estações de esqui e florestas de ciprestes. Pois é, me enganei. A cidade conta com uma infraestrutura de cidade grande, com bons hotéis e excelentes restaurantes, cafés e bares.
As carnes (bifes de chorizo de contrafilé) e os vinhos da região servidos nos restaurantes são uma experiência a parte. Diferente dos cortes daqui, as carnes de lá são mais grossas deixando os bifes com cerca de três centímetros de altura.
Para acompanhar os nacos de carne suculenta, batatas fritas, saladas verdes e purê de batatas são os mais pedidos. Um molho chamado chimichurri é usado para temperar a carne já na mesa. Ele é preparado à base de salsinha, alho, cebola, tomilho, orégano, pimenta vermelha moida, pimentão, louro, vinagre e azeite de oliva. E é uma delícia! É muito servido com churrascos e outros pratos na Argentina.
O restaurante El Boliche de Aberto (primeira foto) é especializado em carnes. Elas são preparadas à vista do cliente e deixa no ar uma certa intimidade com o prato desejado. As empanadas do restaurante também são excelentes, assim como a carta de vinhos, as cervejas artesanais, como a Patagonia, e claro, as sobremesas, em especial uma chamada Don Pedro, que é preparada à base de sorvete de creme com uísque e cobertura de nozes.
E foi nesse El Boliche de Alberto que investi em boas refeições pra minimizar o frio que chegava a cerca de 5ºC do lado de fora.
A viajem gastronômica na Argentina foi uma surpresa. Com o auxílio dos profissionais da Inside Turismo e da Fenix Operadora Turística tudo foi mais perfeito. E foi em uma dessas dicas que surgiu o restaurante El Patacon (segunda foto), especializado na cozinha contemporânea argentina. A atmosfera do local, que ocupa uma antiga casa da região, é fantástica. Logo na entrada cordeiros patagônicos são assados, também a vista do cliente, que é recepcionado por um simpático atendente servindo um drinque a base de vinho branco com suco de morango permitindo o início de uma viagem profunda ao sabor da Patagônia. A carta de vinhos do local é fenomenal. Consta mais de 150 rótulos de variados tipos de vinhos do mundo todo.
A cozinha dos nossos vizinhos realmente é boa. Sigo pensando que é muito bom estarmos no mesmo continente. Em São Paulo pra abrandar a saudade da cozinha argentina a sugestão de um amigo do Blog é o Pobre Juan, da Vila Olímpia, onde ocorrem apresentações ao vivo de jazz, blues e tango, de terça a domingo.
O restaurante Pobre Juan, fica na rua Com. Miguel Calfat, 525. Telefone: 3845-4965
Sugestões são sempre muito bem vidas!
Postar um comentário